Descoberta de tesouro em escavações arqueológica revela a perseguição ao povo cristão.

Uma série de descobertas deixam arqueólogos israelenses animados, encontraram vários objetos da época de Jesus Cristo e também do Império Bizantino. Foram divulgados no domingo dia 19 os achados, que já tem repercutido no mundo inteiro como uma das mais importantes descobertas da arqueologia moderna, inclusive evidências da perseguição aos cristãos pelo povo persa no século VII dC.
Uma bolsa escondida entre os escombros de um edifício de dois andares, chamou atenção dos arqueólogos, esse edifício que teria provavelmente servido de abrigo aos peregrinos cristãos que estavam a caminho de Jerusalém.
Tendo dificuldades em datar as relíquias porque as moedas possuem a impressão visível dos imperadores Justinianos, o (IAA) Autoridade de Antiguidades de Israel, órgão responsável pelo trabalho.
“O grande tesouro foi encontrado em meio a pedras que tinham desmoronado ao lado do edifício. Imagina-se que em um momento de perigo, o suposto dono das moedas as colocou em uma bolsa de pano, que ele escondeu dentro de um buraco na parede e que provavelmente pensava em voltar e recolher seu dinheiro”. Disse o responsável pelas escavações Annette Landes-Nagar.