Flagra momento em que policiais expulsam demônio de homem possuído na porta da Igreja

Um grupo de 5 policiais tiveram uma noite diferente, em meio a tantas ocorrências, brigas, mortes, furtos e assaltos. Nesta ocorrência eles foram chamados para conter um homem que estava possuído por um demônio.

Um jovem de apenas 17 anos estava muito alterado e perturbando todas as pessoas próximo à  entrada de Igreja. O rapaz gritava a dizia coisas horríveis sobre Deus, pois estava de fato possuído por um espírito maligno. Um dos policiais, que não fora identificado, era membro de uma Igreja e tinha grande conhecimento do poder acerca de Deus e do ato de expulsar demônios. Foi aí que a ideia de expulsar o demônio do garoto se formou.

Enquanto seus colegas o seguravam, o policial orava no jovem e clamava em nome de Jesus para que o demônio fosse embora, para que o rapaz pudesse ter paz e voltar a sua vida normal. Porém, o maligno que ali estava relutava e dizia com uma voz grossa e diferente que nunca iria sair dali e que o levaria até a morte. O policial em um ato de bravura não parou de orar e pedir para que Deus retirasse aquilo de dentro do rapaz.

Pessoas que estavam em volta gravaram a ação e é importante ressaltar em que momento algum houve agressão por parte dos policias ao rapaz, somente o ato de segura-lo e tentar resolver a ocorrência da melhor forma possível.

A posição de autoridade espiritual deve ser feita de forma correta e compatível com a função que exerce sobre a Igreja de Deus, sabendo que ela é desempenhada sobre o corpo místico de Cristo na terra. O apóstolo Pedro ao escrever a sua primeira carta aos crentes da Ásia Menor entre 62 a 69 d.C.; escreveu também sobre a responsabilidade que o líder deveria ter sobre o rebanho de Deus (1 Pedro 5:2,3). A autoridade espiritual é delegada.

A autoridade de um homem de Deus deve ser reconhecida pelas ovelhas através da forma como ele a conduz, daí vem o respeito, a submissão, o reconhecimento, e o valor do seu trabalho (Atos 20:18,19,37).

Os excessos de autoridade têm causado muitos transtornos ultimamente, falta de credibilidade e constrangimentos para Igreja do Senhor, é através das atitudes descomedidas que vêm os problemas, é exatamente nesse estágio que o líder perde o comando, ou seja, deixa de ser reconhecido pelos seus liderados, o autoritarismo constrange e afasta o liderado do seu superior.

Os verdadeiros líderes cristãos estão cientes das responsabilidades que lhes são atribuídas sobre seus mordomos, ou seja, sobre os seus liderados. Na Igreja de Deus, as lideranças não podem estar alheias dos seus compromissos morais e espirituais, além das obrigações com a ética, as recomendações quanto às qualificações morais lhes foram passadas quando chamados para ocuparem cargos eclesiásticos conforme 1 Timóteo 3:1-10; 2 Tm 2:24; Tito 1:6; 2;7.

                Clique no link para assistir ao vídeo: https://goo.gl/ChTgxX